Quails & Cia

specialized in quails and partridges

CODORNA CHINESA

 

CODORNA CHINESA

                  

 

Sua área de distribuição é o sudeste asiático e Austrália.

Com cerca de 11 a 13 cm. são junto com a Codorna anã africana ( Coturnix adansonii ) as duas menores espécies de codornas e porem das galiformes.

Existe uma diferencia entre os dois sexos ( dimorfismo sexual ) muito marcada, que permite inclusive, em alguns casos reconhecer o sexo das aves desde aproximadamente os vinte e cinco dias de nascidas. O macho é um dos mais coloridos entre as espécies de codornas.

São aves muito dóceis e fáceis de criar, o que as fazem ideais para viveiros onde podem co-habitar com passeriformes, pombas e incluso alguns psitacídeos menores como Agapornis, Calopsitas, etc. ocupando a área do chão elas acostumam fazer um serviço de verdadeiras faxineiras, aproveitando tanto as sementes que as outras aves do viveiro deixam cair assim como dos insetos que entrem no viveiro que passam a ser parte da sua dieta.

Reprodução

A diferencia da maior parte das codornas e perdizes que só criam na primavera, as Codornas chinesas criam praticamente o ano todo. As fêmeas começam a botar aproximadamente com 35 ou 40 dias de idade e se estão alojadas em um viveiro começaram a por os ovos num canto preferencialmente se está protegido pelos lados ou por algum arbusto. A postura normalmente pode contar com 6 a 10 ovos, que são incubados pela fêmea por um período de 16 dias. As crias são muito precoces, já que depois de sair do ovo conseguem caminhar com a mãe e se alimentam sozinhas.

Mutações 

Existem diversas mutações de Codorna chinesa, o que é um atrativo a mais perante os olhos dos criadores e entusiastas. 

A continuação vamos conferir todas as mutações e algumas de suas inúmeras combinações:

Normal ou de cor original

Cor original destas aves encontradas na natureza, a fêmea de uma cor típica das codornas, e dizer barrada com penas de diversos tons de marrom e preto, já o macho apresenta uma cor cinza escuro azulado na parte superior do corpo com um marrom avermelhado na região baixa do ventre perto a cloaca, tendo um "babador" branco e preto no pescoço e o peito e parte do rosto de cor cinza escuro.

É uma mutação dominante.

  • Normal ou original fulvo

Canela

Nesta mutação o macho apresenta o dorso de cor marrom acinzentado e todas as marcações pretas ficam de cor cinza escuro, a fêmea também perde a cor preta do desenho das penas que ficam de cor marrom.

Esta mutação e recessiva.

  • Canela

  • Canela prateada

  • Canela perolada

  • Canela peito vermelho

  • Canela splashed

Prateada

Ambos os sexos apresentam uma cor cinza claro uniforme, no macho a cor preta do "babador" fica de cor cinza escuro e também fica muito diluída a cor marrom da parte baixa, se transformando a uma cor quase cor de rosa.

Esta mutação e recessiva.

  • Prateada

  • Prateada perolada

  • Prateada cara azul

  • Prateada peito vermelho

  • Prateada splashed

  • Prateada tuxedo

Branca

Os dois sexos são integramente brancos sem nenhuma marcação e possuem olhos pretos, pelo que não e possível diferenciar os sexos.

Também é uma mutação recessiva.

  • Branca

A única combinação possível ou visível é:

  • Branco Fulvo ( albino )



Perola Dourada

 Femea da mutacao Perola Dourada, observe a cor bem mais clara que as femeas normais e o desenho perolado das penas.

 Conhecida em inglês como “ Golden pearl” é uma mutação que altera pouco a cor das aves, só no caso das fêmeas elas ficam de uma cor mais dourada em lugar da cor “ carijó” típica da fêmea comum, mexendo mas com o desenho das penas as quais ficam "peroladas” ou “ barradas", semelhantes ao desenho das penas das galinhas "cuco" , isto só é notório nas fêmeas, já que os machos são muito parecidos com os machos normais ou originais. Esta uma mutação pode ser combinada com todas as outras mutações.

  • Perolada Dourada

  • Perolada Dourada canela

  • Perolada Dourada peito vermelho

 

Cara azul

Esta mutação na verdade é o fator escuro e é uma mutação parcialmente dominante , ou seja existem exemplares de fator simples e fator duplo, sendo estas ultimas de uma cor marrom bem escura, os machos apresentam a cara e o pescoço de cor azul acinzentado, geralmente sem o babador no pescoço ou a vezes pequenas manchas brancas que em alguns exemplares inclui manchas brancas ate na parte anterior do rosto já as fêmeas são totalmente marrons e as vezes apresentam manchas brancas na cara e no pescoço, mas nunca a cor azul no peito nem marrom avermelhado na região inferior próxima da cloaca. 

Esta mutação e parcialmente dominante.

  • Cara azul



Femea cara Azul de duplo fator, nesta mutacao e comum acharfemeas e machos com manchas brancas na garganta, parte da cabeza e geralmente pontas das asas, mesmo asim a sexagem e inconfundivel, o macho vai ter o peito e a cara azul acizentado e as penas da parte inferior pertoa cloaca de cor marrom avermelhado.

 

  • Cara azul canela
  • Cara azul prateada

  • Cara azul peito vermelho

  • Cara azul canela prateada 

Peito vermelho

Uma das mais belas mutações, o macho tem toda a região do peito, ventre e cloaca da cor marrom avermelhado, o resto das penas são praticamente iguais as dos machos originais. As fêmeas possuem uma bela cor creme contrastando com a cor barrada em preto. Alguns machos perdem o desenho do babador e a cabeça inteira fica de uma cor preta, como se fosse um capacete de essa cor, motivo pelo qual os criadores americanos chamam a esta variação como "Darth Vader". 

  • Peito vermelho

  • Peito vermelho prateada cara azul

  • Peito vermelho canela prateada

Splashed

Poderíamos chamar esta mutação de arlequim , mas a grande diferencia é que normalmente as mutações chamadas de arlequim em outras aves tem como característica que parte da plumagem normal da ave tem manchas brancas irregulares, mas neste caso trata-se de animais praticamente brancos com algumas manchas de penas de outra cor.

  • Splashed normal

  • Splashed canela

  • Splashed prateada

  • Splashed peito vermelho

Tuxedo

 

 Também chamada de pingüim, trata-se de aves cuja parte inferior, desde o pescoço ate a região próxima da cloaca são de cor branca e na parte superior mantém a cor que pode ser qualquer uma das combinações ou mutações. Em algumas das variedades fica difícil determinar o sexo como nas tuxedo prateadas, tuxedo cara azul, etc.

  • Tuxedo normal

  • Tuxedo canela

  • Tuxedo prateada

  • Tuxedo peito vermelho

  • Tuxedo cara azul

 

Fulvo

 

 

 Foto: filhote  fulvo cara azul canela, pode-se notar com clareza  o olho vermelho carateristico dos fulvos.

Esta mutação surgiu faz poucos anos no criadouro “Acadiana” do Sr. Garrie Landry nos Estados Unidos. É uma das mutações mais interessantes e atrativas já que permite uma grande variedade de combinações. Nascem com olho vermelho e a outra característica é que apresentam diluição na cor das penas, resultando em uma nova gama de cores nas mutações tradicionais, por exemplo, o Fulvo prateado é de uma cor cinza muito clara, rapidamente reconhecida entre todas as  variedades prateadas. Também o Fulvo original, resulta em uma versão diluída da cor original da codorna chinesa.

Infelizmente as aves da mutação fulvo têm uma visão muito débil o que faz delas aves muito delicadas nos primeiros dias de vida, e necessário isolar os filhotes fulvos do resto da ninhada pois elas geralmente não tem condições de "concorrer" com os outros para se alimentar , alem de muitas vezes ser bicadas nos olhos por seus "irmãos" de ninhada. Porem é recomendável colocar um ou dois filhotes normais para ensinar elas a se alimentar.

Como brasileiros temos orgulho de dizer que o nome de está mutação foi sugerido por nos no fórum internacional especializado de criadores de Codornas Chinesas “ Button quail USA”, que conta com alguns dos melhores e mais experientes criadores de estas aves, os que concordaram em usar o nome “ Fallow ” ( fulvo em português) para esta mutação que antes era conhecida como “ pink eye diluted ” ( diluída de olho cor de rosa ).

É muito importante descrever e chamar as aves e suas variedades ou mutações com os nomes certos, sobre tudo quando se trata de aves que possuem inúmeras variedades e combinações, de outro jeito acaba-se criando uma confusão que dificulta o reconhecimento delas, prejudicando a difusão e o interes entre os criadores pelas aves, ao achar que tudo é igual ou não dar o valor apropriado a cada variedade, podendo chegar até o desaparecimento de determinadas mutações, baseadas na falta de conhecimento e desinformação.

Hoje encontramos vários criadores que dizem possuir aves de esta mutação, sendo que é uma mutação muito rara e simplesmente ainda não é muito difundida, estaremos prestes a esclarecer qualquer duvida sobre esta variedade e garantimos que as fotografias postadas de estas aves pertencem a aves de nosso plantel.

Esta e outra mutação recessiva.

  • Fulvo canela cara azul



Exemplar Fulvo canela cara azul mostrando o olho vermelho e a cor das penas ben diluida.


  • Fulvo prateado



Foto: exemplar macho que combina as mutações fulvo e prateado, pode se perceber a diluição da cor das penas que chegam a mostrar uma cor prata bem clara e os olhos vermelhos, as duas características que apresentam todos os fulvos.

 

  • Fulvo perolada

  • Fulvo cara azul

 

  • Fulvo peito vermelho

  • Fulvo cara azul canela prateado

 

COMBINAÇÕES DE MUTAÇÕES

Só para dar um exemplo da grande quantidade de combinações de mutações possíveis, a continuação uma lista incluindo algumas:

Com três mutações

  • Prateada cara azul perolada

  • Prateada cara azul peito vermelho

  • Prateada cara azul splashed

  • Prateada cara azul tuxedo

  • Fulvo canela prateada 

  • Fulvo canela perolada

  • Fulvo canela cara azul

  • Fulvo canela peito vermelho

  • Fulvo canela splashed

  • Fulvo canela tuxedo

  • Fulvo prateada perolada

  • Fulvo prateada cara azul

  • Canela prateada cara azul

  • Canela cara azul perolada

  • Canela prateada tuxedo

Com quatro mutações

  • Canela prateada cara azul perolada

  • Canela prateada cara azul splashed

  • Canela prateada cara azul tuxedo

  • Fulvo peito vermelho prateada cara azul 

  • Prateada cara azul peito vermelho perolada

  • Prateada cara azul peito vermelho splashed

  • Prateada cara azul peito vermelho tuxedo

Com cinco mutações

  • Canela prateada cara azul peito vermelho perolada

  • Canela prateada cara azul peito vermelho splashed

  • Fulvo prateada cara azul peito vermelho perolada 

  • Fulvo prateada cara azul peito vermelho tuxedo

  • Fulvo canela prateada cara azul peito vermelho 

  • Prateada cara azul peito vermelho fulvo perolada 

  • Prateada cara azul peito vermelho perolada splashed 

  • Prateada cara azul peito vermelho fulvo tuxedo

Com seis mutações

  • Fulvo prateada cara azul peito vermelho perolada splashed

  • Fulvo prateada cara azul peito vermelho tuxedo perolada

  • Fulvo prateada cara azul peito vermelho splashed perolada

  • Fulvo prateada canela cara azul peito vermelho perolada

  • Fulvo prateada canela cara azul peito vermelho splashed.


    CODORNAS CHINESAS COM CORES OU DESENHOS CONSIDERADOS RAROS OU NAO RECONHECIDOS

    Como muitas aves que se criam em grande numero, sempre e possivel que aparecam novas mutacoes , geralmente apresentando cores diferentes, estas sao algumas que eu ja consegui ver a traves dos anos que crio esta especie


    Fêmea da esquerda mutação peito vermelho, a fêmea da direita é de uma cor nao identificada, bem diferente da normal

     

  •  

  • Fêmea Prateada Gola dourada do criadouro Finchfactory na California, USA.





 

LINKS recomendados:

 

Button Quail USA

Acadiana aviaries

 

CODORNA BOBWHITE

CODORNA BOBWHITE

( Colinus virginianus )

 

Sua área de distribuição compreende Este dos Estados Unidos e México. Devido a grande área de ocorrência existe um número bastante grande de subespécies segundo Paul Johnsgard.

Subespécies

  1. Colinus v. virginianus

  2. Colinus v. marilandicus

  3. Colinus v. mexicanus

  4. Colinus v. floridanus

  5. Colinus v. texanus

  6. Colinus v. taylori

  7. Colinus v. brewster

  8. Colinus v. cubanensis

  9. Colinus v. maculatus

  10. Colinus v. aridus

  11. Colinus v. graysoni

  12. Colinus v. nigripectus

  13. Colinus v. pectoralis

  14. Colinus v. godmani

  15. Colinus v. minor

  16. Colinus v. insignis

  17. Colinus v. salvini

  18. Colinus v. thayeri

  19. Colinus v. atriceps

  20. Colinus v. nelsoni

  21. Colinus v. harrisoni

  22. Colinus v. coyolcos

 Tem aproximadamente 23 cm.

As marcas brancas e pretas na cabeça do macho são mais contrastantes que na fêmea que possui as marcas de cor marrom e creme ou ocre.

São aves dóceis e fáceis de criar, o que as fazem ideais para viveiros só que pelo tamanho precisam de espaços amplos onde podem co-habitar com aves de porte médio, pombas e incluso alguns psitacídeos menores como Agapornis, Calopsitas, etc. mas cabe dizer que à noite dormem num ramo o poleiro alto, o que pode perturbar algumas das outras aves. 

Reprodução

Esta espécie de codorna e monogâmica na natureza, ou seja formam casais, pelo que é recomendável manter um macho com uma o máximo duas fêmeas.

A Bobwhite só põe ovos na primavera, uma ninhada geralmente terá de 12 a 16 ovos, mas se os ovos fossem retirados para colocar numa chocadeira a fêmea poderá botar mas de 40 ovos durante toda a época de reprodução. O período de incubação e de 23 a 24 dias. 

 

 o: grupo de filhotes com oito dias de idade.

Foto: Filhotes de poucos dias das mutações Tenesse red, facilmente reconheciveis por ter cor marrom escura, e no meio deles um Orange ou canela de cores muito claras sem nenhuma marca preta.

Mutações

Têm ocorrido diversas mutações e também já existem combinações entre elas:

Normal ou original

Cor basicamente marrom com marcações em varias tonalidades de marrom e manchas brancas no peito e ventre assim como preto em parte das asas, cabeça com um desenho branco e preto no macho e marrom e creme na fêmea.

Malhada Mexicana

 

Chamada em ingés como Mexican speckled, apresenta uma cor creme amarelada muito contrastante com as marcações pretas e brancas, os sexos podem ser identificados pelas marcações na cabeça, iguais que na original.

Vermelha de Tenesse

 Também aqui estamos nos encontrando com uma mutação de fator escuro ( igual que no caso da Codorna chinesa e na Japonesa ), inclusive ela tem o mesmo comportamento genético, pois trata-se de uma mutação parcialmente dominante ou co-dominante. Ambos os sexos não possuem a característica marcação na cabeça, geralmente a fêmea apresentará a cabeça totalmente marrom ou com pequenas manchas pretas e possivelmente um pouco de branco no pescoço, já o macho terá uma mascara preta e pode ou não ter manchas brancas irregulares em parte do rosto e pescoço.

Branca

 Esta mutação recessiva nos traz aves totalmente brancas, as vezes com pequena marca preta no bico, não há como diferenciar machos de fêmeas a não ser por sexagem pelo DNA.

Orange ou Canela

Esta belíssima mutação é chamada de "Orange" nos Estados Unidos, mas pelo fato de ter mudado todas as marcações pretas pela cor marrom, estamos realmente ante uma mutação canela. É fácil diferenciar o macho da fêmea, novamente pela marcação da cabeça. 

Pastel

Curiosamente chamada de "Silver" nos estados Unidos, sendo que não apresenta nada de cor Acinzentada ou prata e sim é muito parecida com a cor original só que ligeiramente diluída. Por esse fato a sexagem é fácil, igual que nas originais. Não é uma mutação muito atraente, mas combinada com outras mutações resulta em aves muito belas. 

Combinações

Existem algumas combinações entre as mutações acima descritas como:

  • Blonde ou Canela pastel

  • Mexican speckled canela

  • Tenesse red canela

 

CODORNA DA CALIFORNIA

CODORNA DA CALIFÓRNIA

( Lophortyx californicus = Callipepla californicus )
 
 
Foto: casal adulto de Codorna da Califórnia, pode se observar o dimorfismo sexual que permite reconhecer o macho ( esquerda ) da fêmea ( direita ).

Se bem é certo nos chamamos esta espécie como Perdiz da Califórnia, o gênero a que ela pertence agrupa só espécies de Codornas, alem de mais as perdizes são aves que tem sua origem e distribuição só no velho continente, no nosso só temos Codornas.

Sua área de distribuição compreende Oeste dos Estados Unidos e México, mas também foi introduzida na Cordilheira dos Andes entre Argentina e Chile onde existem populações bem estabelecidas.


Subespécies


Callipepla californicus californica
Callipepla c. catalinensis
Callipepla c. plumbea
Callipepla c. achrustera
Callipepla c. canfieldae
Callipepla c. orecta
Callipepla c. decoloratus
Callipepla c. brunnescens


Tem aproximadamente 25 cm. É uma das mais atraentes espécies de codornas de cores maiormente preto, branco, marron e cinza, com escamado na parte do peito, também possuem uma crista característica desta espécie que é uma pena curva de cor preta e comprida no macho, ao contrario que a da fêmea que é curta e castanha.
São aves bastante nervosas e o ideal é aloja-as num viveiro amplo e de ser possível com plantas, também tem a costume de procurar lugares altos para dormir à noite, o que, por vezes, perturba as outras aves do viveiro.


Reprodução


Na natureza esta espécie forma casais ou seja é monogâmica, pelo que é recomendável manter um macho com uma fêmea.
Chegada a primavera começa a época de reprodução, e numa temporada a fêmea pode fazer varias posturas desde que sejam retirados os ovos para incubação em chocadeira, o que é aconselhável já que estas aves não se caracterizam pelas suas qualidades de cuidar os ovos e acompanharem o crescimento das crias. A incubação dura entre 21 e 22 dias.
Não se tem noticias de existência de mutações desta codorna.

CODORNA ESCAMADA AZUL

CODORNA ESCAMADA AZUL

( Lophortyx squamata = Callipepla squamata )
 
 
                                           Foto cortesía: Raúl Coll
 
 

Sua área de distribuição compreende Oeste dos Estados Unidos e México.


Sub-especies


Callipepla squamata squamata
Callipepla s. pallida
Callipepla s. castanogastris


Tem aproximadamente 25 cm.
É outra interessante espécie de codornas de cores, maiormente cinzas, com belíssimo padrão escamado no  peito, também possui um penacho característico com as parte superior das penas de cor branca. A  subespécie castanogastris e chamada de Chestnut-bellied Blue scale e è muito procurada por a cor do escamado do peito que poderia ser descrita como uma cor avermelhada queimada.
Por serem aves de temperamento bastante nervoso, o ideal é aloja-as num viveiro amplo e de ser possível com plantas, também tem a costume de procurar lugares altos para dormir à noite.


Reprodução


Espécie monogâmica, pelo que é recomendável manter um macho com uma fêmea.
Ave que reproduz só na primavera e são muito produtivas, chegando cada fêmea a botar até 60 ovos numa temporada. é preferível incubar os ovos artificialmente numa chocadeira. A incubação dura entre 23 e 24 dias.


Não se tem noticias de existência de mutações desta codorna.

CODORNA ELEGANTE

CODORNA ELEGANTE

(  Callipepla douglasi )
 
 
 
 
 

Sua área de distribuição compreende oeste do México.


Sub-especies


1.    Callipepla douglasi douglasi
2.    Callipepla douglasi bensoni
3.    Callipepla douglasi teres
4.    Callipepla douglasi impedita
5.    Callipepla douglasi languens

CODORNA  MONTEZUMA

 
CODORNA MONTEZUMA

( Cytornix montezumae )
 
 
 

Sua área de distribuição compreende  Arizona nos Estados Unidos.

 Sub-especies

Cytornix montezumae montezumae
Cytornix montezumae mearnsi
Cytornix montezumae merriani
Cytornix montezumae sallei
Cytornix montezumae rowleyi

CODORNA JAPONESA

 
CODORNA JAPONESA

( Coturnix japonica )
 
 
 
Macho ( esquerda ) e femea  ( direita ) da cor original da codorna japonesa ou japonica
 

Sua área de distribuição compreende Japão, e parte do sudeste asiático.
Tem aproximadamente 15 a 16 cm.
A cor da cabeça e as marcas no pescoço dos machos são mais contrastantes que as que as fêmeas possuem.
São aves dóceis e fáceis de criar, ideal para iniciantes, são muito podem se alojar em viveiros mistos onde podem co-habitar com aves de porte médio, pombas e incluso alguns psitacídeos menores o médios.
Esta é a espécie de codorna usada para produção de carne e ovos.


Reprodução


Esta espécie de codorna é muito fácil de criar e põe ovos todo o ano, são muito precoces, as fêmeas começam a botar aproximadamente aos 35 dias de nascidas. É aconselhável manter um macho com no minimo3 ou 4 fêmeas. Dificilmente as fêmeas incubam os ovos, provavelmente  perderam o instinto de "chocar" pela intensa exploração industrial desta ave como produtora de ovos e carne, pelo tanto e necessário incubar os ovos artificialmente o com outra ave de pequeno porte. A incubação é de 17 a 18 dias.


Mutações


Têm ocorrido diversas mutações , mas existe uma grande confusão em quanto aos nomes de cada uma delas, por exemplo a mutação de fator escuro e chamada de British range, tibetan ou Tuxedo a mutação Spangled também e chamada de speckled, italiana, etc., Mas é importante lembrar que todas são unicamente variedades de cor da mesma espécie: Codorna Japonesa, imagine so a chamada Codorna Italiana é na verdade uma variedade de cor dela, ou seja é uma codorna Japonesa “ Italiana”!.


Normal ou original


Cor basicamente marrom com marcações em varias tonalidades de marrom e peito de cor bege e creme com manchas em forma de pontos pretos no caso das fêmeas e basicamente marrom escuro nos machos.

Spangled ou Italiana

Apresenta uma cor creme amarelada muito contrastante com as marcações pretas e marrons, os sexos podem ser identificados pelas mesmas características que as normais, é dizer, pelas marcas na cabeça e no peito.

Tibetan ou Fator escuro

Mutação que curiosamente existe em outras espécies de codornas ( Bobwhite Tenesse red e Codorna chinesa cara azul ) com o mesmo comportamento genético, ou seja parcialmente dominante ou co-dominante. São aves de cor marrom escuro e às vezes com manchas brancas na cara e no pescoço. Costumam ser aves de bom tamanho pelo qual são usadas para corte, já não são tão boas poedeiras como no caso das normais, outro detalhe curioso é que alguns machos são muito agressivos.


Tuxedo

 

 

 

 
Equivale a mutação do mesmo nome que ocorre nas codornas chinesas, ou seja, ave com a parte inferior, desde o pescoço ate a região próxima da cloaca de cor branca e na parte superior mantém a cor que pode ser qualquer uma das combinações ou mutações, sendo mais comum combinação com Fator escuro também conhecida como British range.


Branca


Aves totalmente brancas, as vezes com pequena marca preta no bico, não há como diferenciar machos de fêmeas visualmente.


Canela


Esta mutação e muito parecida com a  cor original só que bem mais clara, sendo que é uma mutação ligada ao sexo, e muito útil para identificar o sexo dos filhotes recém nascidos, fato que faz de esta variedade muito apreciada pelos produtores de codornas de postura.
Dourada da Manchúria
Ave de cor basicamente bege com marcações em diversas tonalidades de marrom.


Combinações


Também existem uma serie de combinações entre as mutações acima descritas como:
Spangled canela
Canela fator escuro
Dourada da Manchúria Fator escuro, etc

CODORNA ARLEQUIM AFRICANA

CODORNA ARLEQUIM AFRICANA

 ( Coturnix delegorguei )

Estas codornas tem como área de distribuição o centro e sul dol continente africano incluindo a ilha de Madagascar.

Subespécies

  1. Coturnix delgorguei delegorguei.

  2. Coturnix d. Histrionica.

  3. Coturnix d. Arabica

Tem aproximadamente de 16 a 19 cm, tamanho semelhante a das Codornas japonesas, com a qual se parece muito, sobretudo no caso das fêmeas, já os machos são bem diferentes, com um “babador” branco e preto muito parecido com os dos machos da codorna chinesa, o peito e de cor marrom avermelhado e possui uma mancha preta grande no centro. .

São aves bastante nervosas e o ideal é aloja-as num viveiro amplo e de ser possível com plantas, também tem a costume de procurar lugares altos para dormir à noite, o que, por vezes, perturba as outras aves do viveiro. 

Reprodução

Espécie monógama, mas se diz que na natureza às vezes o macho tem mais de uma fêmea, a ninhada é de 4 a 8 ovos e período de incubação e de aproximadamente 15 a 16 dias.

Não se tem noticias de existência de mutações desta codorna.

 

CODORNA CRESTADA

 

CODORNA CRESTADA
 ( Colinus cristatus )
 
                     Foto cortesía: Raúl Coll
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Add your main content here - text, photos, videos, addons, whatever you want!

CODORNA DE MONTANHA

 

CODORNA DE MONTANHA
 ( Oreortyx pictus )
 
 
 
                                         Foto cortesía: Raúl Coll 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

 

Add your main content here - text, photos, videos, addons, whatever you want!

ARBOROFILA DE FUJIAN

ARBOROFILA DE FUJIAN

( Arborophila gingica ) 

 

 

 

 

 

Add your main content here - text, photos, videos, addons, whatever you want!

PERDIZ BAMBU

PERDIZ BAMBU

( Bambusicola torachcica )

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Add your main content here - text, photos, videos, addons, whatever you want!

URU

URU

(Odontophorus capueira)

  

 

 Esta e uma verdadeira codorna sulamericana, pertence a familia odontoforideos , esta belissima codorna tem duas sub-especies;

Odontophorus capueira capueira, que habita Argentina, Paraguay e o sul e sudeste do Brasil 

Odontophorus capueira plumbicollis encontrada somente no Brasil no Ceara e Alagoas.

A estrutura da cabeca e o corpo lembra muito a Codorna Bob White ( Colinus virginianus) mas obviamente com adaptacoes proprias para habitar as florestas. 

 

 

 

 

 

 

 

 

Recent Videos

612 views - 1 comment
672 views - 0 comments
739 views - 0 comments
682 views - 0 comments